NÚNCIO APOSTÓLICO: NOMEAÇÃO DE NOVO BISPO DE ANGRA É “PROCESSO BASTANTE LONGO”

O núncio apostólico em Portugal, Ivo Scapolo, reforçou segunda-feira que a nomeação de um novo bispo para a diocese de Angra e Ilhas dos Açores é um “processo bastante longo”, porque são precisas várias “semanas de trabalho”.

Em declarações aos jornalistas, após uma audiência com o presidente do Governo dos Açores, na sede da Presidência, em Ponta Delgada, Ivo Scapolo destacou que a Igreja pretende que a nomeação de um novo bispo para os Açores ocorra o “quanto antes”, mas ressalvou que se trata de um “processo longo”.

“Há muitos elementos sobre a conclusão desse processo, que é um processo bastante longo e que prevê a consultação dos bispos, sacerdotes, para conhecer as características da diocese, para saber qual a pessoa mais idónea e apta para realizar esse importante serviço”, afirmou.

Desde novembro de 2021 que a diocese açoriana está a ser liderada pelo cónego Hélder Fonseca Mendes, da Sé de Angra do Heroísmo, na sequência da saída do bispo, João Lavrador, para a diocese de Viana do Castelo.

Quando questionado pelos jornalistas sobre o novo bispo de Angra, o núncio apostólico reforçou que são precisas “bastantes semanas de trabalho” para concluir o processo.

O núncio apostólico em Portugal está nos Açores desde domingo e até 17 de abril, onde vai presidir às celebrações da Semana Santa na Sé Catedral de Angra do Heroísmo.

“A presença do núncio é sempre um motivo de conforto e tem como objetivo fortalecer a comunhão entre o papa com a igreja local”, acrescentou Ivo Scapolo.

Na ocasião, o presidente do Governo dos Açores (PSD/CDS-PP/PPM), José Manuel Bolieiro, enalteceu o papel da igreja na “saúde, na caridade e no apoio” às famílias açorianas.

O líder regional reconheceu ainda que gostaria que o próximo bispo de Angra fosse de origem açoriana.

“Naturalmente que qualquer que seja a nomeação pela Igreja e pelo Papa será sempre bem-vinda e sempre bem acolhida. Naturalmente, não posso deixar de manifestar a vontade que pudesse ser um açoriano”, afirmou.

O italiano Ivo Scapolo está ao serviço diplomático da Santa Sé desde 1984, tendo exercido missão nas Representações Pontifícias em Angola, Portugal, Estados Unidos da América e na Secção para as Relações com os Estados da Secretaria de Estado de Sua Santidade.

Já foi núncio apostólico na Bolívia (2002-2008), no Ruanda (2008-2011) e no Chile (2011-2019). Está em Portugal desde 2019.

A diocese de Angra está sem bispo desde novembro de 2021, quando o anterior titular da diocese açoriana, João Lavrador, tomou posse com bispo de Viana do Castelo.

Desde então, a diocese tem à frente o cónego Hélder Fonseca Mendes, da Sé de Angra do Heroísmo, como administrador diocesano.

© Lusa | Foto: MM/GRA | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s