NA RETOMA DA SEMANA DAS PESCAS, BOLIEIRO DESTACA “PRESTÍGIO” DO EVENTO

O presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, assinalou esta segunda-feira o retomar da Semana das Pescas, que regressou após um interregno de 17 anos, destacando o “prestígio” dos convidados e palestrantes e lembrando que este fórum distingue os Açores também a nível nacional e internacional.

“É uma enorme alegria poder estar aqui nesta icónica instituição da cidade da Horta e dos Açores para reativar um evento, um fórum, que distingue os Açores”, disse, citado em nota, o presidente do Governo, quando falava na Sociedade Amor da Pátria, na Horta, no arranque dos quatro dias de trabalho da Semana das Pescas.

“Palavra dita, palavra honrada”, acrescentou ainda, lembrando que o reativar do evento foi um compromisso assumido pelo XIII Governo Regional dos Açores de coligação PSD/CDS-PP/PPM.

A Semana das Pescas arrancou com uma homenagem ao histórico governante Adolfo Lima, secretário com a tutela do setor nos executivos de João Bosco Mota Amaral.

“Em nome da açorianidade e da autonomia”, José Manuel Bolieiro deixou uma palavra de “gratidão” ao responsável, lembrando a sua visão para o setor das pescas e o “reconhecido prestígio” do seu pensamento e das suas ações políticas.

Depois, o presidente do Governo lembrou Adolfo Lima como um responsável político “sempre à frente” dos demais, evocando ainda a “coragem e determinação” na “abertura dos Açores ao mundo” e no dar a conhecer, além-fronteiras, o mar e os recursos da região.

José Manuel Bolieiro deixou ainda uma referência à região como um “caso de estudo” na sustentabilidade do setor das pescas e na proteção da biodiversidade, lembrando o programa Blue Azores, que tem em vista chegar à meta dos 30% das Áreas Marinhas Protegidas no Mar dos Açores, com pelo menos 15% de área totalmente protegida.

 “Quero deixar estas reflexões como pensamentos para o futuro, mas que receberam o impulso do doutor Adolfo Lima”, acrescentou.

Os trabalhos da Semana das Pescas, que decorrem até ao final de quinta-feira e se centram na cidade da Horta, embora passem também pela ilha do Pico, incluem conferências, debates e visitas.

HOMENAGEADO

Adolfo Lima nasceu em 12 de março de 1941, em Angra do Heroísmo.

Estudou na Escola Superior de Medicina Veterinária e exerceu a sua primeira atividade como médico veterinário, tendo sido também gestor e político.

Foi adjunto do Secretário de Estado do Fomento Agrário e do Ministro da Agricultura e Pescas, Presidente da Comissão Instaladora do Instituto Nacional do Leite, Subdiretor Geral do Gabinete de Planeamento do Ministério da Agricultura e Pescas, Secretário Regional de Agricultura e Pescas dos II, III, IV, V e VI Governos dos Açores, Vice-Presidente e Presidente da Comissão Internacional para a Conservação do Atum no Atlântico e Secretário Executivo da mesma.

© GRA | Fotos: MM/GRA | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s