OR2022: PSD/AÇORES DIZ QUE VERBA PARA A SAÚDE “SUPERA” ORÇAMENTOS DOS GOVERNOS PS

A deputada do PSD/Açores Ana Quental afirmou esta quarta-feira que a verba do Serviço Regional de Saúde inscrita na proposta de Orçamento da região para 2022 “supera largamente” os montantes previstos para o setor nos orçamentos dos governos socialistas.

A parlamentar, que reagia às declarações do deputado socialista açoriano Tiago Lopes, referiu que o atual Governo Regional dos Açores “concretizou um momento de viragem no financiamento do Serviço Regional de Saúde”.

“Após décadas de constante subfinanciamento dos hospitais e centros de saúde, os montantes para o setor foram claramente reforçados por este executivo e superam largamente todos os Orçamentos dos governos do Partido Socialista”, declarou a deputada social-democrata, citada em nota de imprensa.

O deputado socialista Tiago Lopes considerou que com o Plano e Orçamento de 2022 do Governo Regional, de coligação PSD/CDS-PP/PPM, se vai “desinvestir cruelmente” no Serviço Regional de Saúde.

Como exemplo, é referido que, por comparação à anteproposta de Orçamento apresentada e discutida com os parceiros sociais, o Governo Regional vai “reduzir em cerca de 75 milhões de euros a verba destinada ao Serviço Regional de Saúde”.

De acordo com Ana Quental, entre 2013 e 2019, os montantes destinados ao Serviço Regional de Saúde “nunca superaram os 304 milhões de euros anuais, o que é substancialmente inferior à verba inscrita na proposta de Orçamento da região para 2022, que é de 364 milhões de euros”.

A deputada salvaguarda que, em 2020, a dotação orçamental inicial era de “apenas 275 milhões de euros e o anterior governo procedeu, devido à pandemia, a uma revisão para 357 milhões, o que é inferior ao que o atual executivo propõe para 2022”.

“Em suma, nenhum governo investiu tanto na saúde dos açorianos como o da coligação PSD/CDS-PP/PPM”, disse.

Ana Quental refere que, desde que o atual Governo tomou posse, “tem-se verificado uma retoma da atividade assistencial, nomeadamente na recuperação das listas de espera para cirurgia, graças a uma redução de 6,1% no número de utentes em espera”.

Segundo a parlamentar, “quando o Partido Socialista era Governo havia menos investimento na Saúde, o que se traduzia, por exemplo, em mais de 12.000 açorianos em lista de espera por uma cirurgia”.

A deputada aponta que “com o desinvestimento dos governos socialistas no setor nunca se preocupou o senhor deputado Tiago Lopes”, que “foi cúmplice do subfinanciamento do Serviço Regional de Saúde”.

O Plano e o Orçamento dos Açores, os segundos da atual legislatura, vão ser discutidos e votados este mês na Assembleia Legislativa Regional.

O Governo Regional é suportado no parlamento pelos partidos que integram o executivo, pela IL, pelo Chega e pelo deputado independente Carlos Furtado.

© Lusa | Foto: PSD/A | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s