PRR É MAIS UMA PROVA DO MÉRITO DAS OPÇÕES DO GOVERNO DO PS/AÇORES, SUBLINHA VASCO CORDEIRO

O presidente do PS/Açores, Vasco Cordeiro, destacou, este sábado, a importância do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para a Região, assegurando representar mais uma prova do mérito das opções do Governo do PS/Açores.

Para Vasco Cordeiro, que intervinha no 23º Congresso do Partido Socialista, em Portimão, a importância destas eleições autárquicas deriva, também, da oportunidade que representam os mecanismos e os fundos europeus para a recuperação da pandemia e do quadro financeiro plurianual 2021-2027.

Assim, e numa referência à importância do PRR para a Região, o líder Socialista destacou “não ter sido alterada, nem uma vírgula, pelo atual governo regional, das opções de investimento, ao abrigo do PRR, atempadamente definidas pelo Governo Regional do PS”.

Manifestando orgulho naquilo que a correta concretização destas opções pode trazer para os Açores, e por essa via para o país, Vasco Cordeiro destacou aspetos como “a coesão, a melhoria da resiliência e melhores serviços na área do Serviço Regional de Saúde e do sistema educativo regional e a qualificação dos serviços destinados às Açorianas e Açorianos”, para referir o esforço de diversas instituições e, muito particularmente, o papel da Universidade dos Açores, “pela sua importância na qualificação, e de sinónimo de progresso e de desenvolvimento dessa parte do território nacional”.

Na sua intervenção, e numa referência ao atual contexto político da Região, Vasco Cordeiro destacou ainda que os Açores têm hoje um governo “que ativamente procurou, negociou e conluiou-se no apoio de um partido fascista, racista, e de extrema-direita”, criticando ainda o líder nacional do principal partido da oposição, por ter franqueado “portas à chegada da extrema-direita a Portugal, promovendo e apadrinhando uma vergonhosa instrumentalização da Autonomia regional, reduzindo-a a balão de ensaio para aventuras semelhantes aqui no continente”.

“Preocupa-me o torpor e a passividade com que se olha para esta situação, na ilusória convicção de que este é apenas um assunto dos Açores e que ficará apenas nos Açores”, afirmou Vasco Cordeiro, para alertar para a possibilidade de estar mais perto do que parece a presença da extrema-direita em posições de poder, e esse risco depende do que acontecer a 26 de setembro.

Assim, e para Vasco Cordeiro, estas eleições autárquicas são sobre os projetos de desenvolvimento de cada uma das comunidades, mas, “fruto do atual contexto que referi, estas eleições autárquicas são também, como poucas vezes no passado, sobre os valores da democracia, da liberdade, da tolerância, da responsabilidade e da inclusão”, afirmou o Socialista, para considerar que este é “um dos grandes combates da nossa democracia, e o PS tem de estar à altura da sua história, do seu património e dos seus valores, mobilizado como nunca”.

© GI-PS/A | Foto: PS/A | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s