PONTA DELGADA: PS DETÉM ALEGADOS TRAFICANTES E APREENDE 1.588 DOSES DE HAXIXE

A PSP deteve “em flagrante delito” em Ponta Delgada, dois alegados traficantes de droga, que supostamente pertenciam a uma rede de tráfico, e apreendeu cerca de 1.588 doses de haxixe, foi hoje anunciado.

Segundo o relatório da atividade policial do Comando Regional da PSP, a detenção ocorreu na terça-feira, “tendo sido apreendido uma significativa quantidade de haxixe” e 12.433 euros em numerário.

“Decorrente das diligências investigatórias concretizadas pela Brigada de Investigação Criminal foi possível aos investigadores da PSP recolher provas que apontavam para um dos arguidos enquanto suspeito da autoria de vários crimes ocorridos no concelho de Ponta Delgada e, mais recentemente, como o mentor de uma rede de tráfico que operava na zona do Bairro das Socas”, adianta a PSP.

A PSP refere que foi montada uma operação policial, “envolvendo equipas de Intervenção Rápida e binómios cinoténicos da Unidade Especial de Polícia”, que “permitiu dar cumprimento a duas buscas domiciliárias e uma busca em viatura”.

Nas buscas foram apreendidas, na posso dos arguidos, 1.588 doses de haxixe, 12.433 euros, uma balança de precisão, duas viaturas e ainda “outros artigos relacionados com a atividade criminosa sob investigação”.

De acordo com a PSP, a “operação musculada” permitiu desmantelar uma rede de tráfico que se encontrava ativa numa “zona urbana sensível, no concelho de Ponta Delgada”, e foi “fulcral para restabelecer a tranquilidade pública e o sentimento de segurança num bairro conotado com a ocorrência frequente de delitos criminais e, muito particularmente, com o consumo e tráfico de estupefaciente”.

Os dois suspeitos já foram presentes a tribunal para primeiro interrogatório, tendo sido aplicada “a um dos arguidos a medida de coação de apresentações periódicas perante as autoridades, ficando o principal visado no processo sujeito à medida de coação de prisão preventiva”, indica a PSP.

Na nota, a PSP adianta ainda que foi também detida uma pessoa suspeita da prática do crime de furto de bovinos de uma exploração agrícola.

Segundo a PSP, foi realizada uma busca não domiciliária, numa exploração agro-pecuária, na freguesia de Santa Cruz da Lagoa, no concelho da Lagoa, em São Miguel, “na sequência de uma investigação em curso relativa ao crime de furto de animais bovinos de exploração agrícola, através da troca dos brincos de identificação, após o furto nas explorações das vítimas”.

Atendendo “à gravidade destes crimes e aos contornos em que ocorreram, foram efetuadas um conjunto de diligências de caráter urgentes, que permitiram recolher vários elementos probatórios que indiciam fortemente” uma pessoa “agora detida como principal e único autor dos ilícitos”, lê-se na nota.

No âmbito desta operação de “desmantelamento de esquema de falsificação de identificação de animais de exploração agro-pecuária” a PSP apreendeu “um animal bovino de dois anos de idade, avaliado em 1.000 euros” e “um par de brincos de identificação de animais bovinos”.

© CR-PSP-A | Foto: CR-PSP-A | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s