COVID-19: PRIMEIRO LOTE DE VACINAS CHEGA À REGIÃO A 28 OU 29 DO CORRENTE, ANUNCIA CLÉLIO MENESES

O secretário regional da Saúde e Desporto anunciou, este sábado, que a chegada aos Açores do primeiro lote de 9.750 doses de vacina contra a COVID-19, foi antecipada para 28 ou 29 do corrente.

Numa reação às declarações da ministra da saúde que também hoje anunciou a antecipação para a próxima segunda-feira, da chegada a Portugal do segundo lote das vacinas adquiridas na Bélgica à Pfizer-BioNTech, com disponibilização imediata aos Açores e à Madeira, Clélio Meneses disse ser esta “uma excelente notícia”. O governante adiantou estar à espera da confirmação da chegada do lote de vacinas aos Açores, para os dias 28 ou 29 do corrente, entregue pelo fornecedor diretamente na ilha Terceira, e transportado em aeronave da SATA.

Clélio Meneses referiu também que o processo está a ser acompanhado pelos responsáveis de saúde no arquipélago, em contacto com o fornecedor e com os responsáveis pelo plano nacional de vacinação. E adiantou que “a intervenção dos Açores só começa quando as vacinas cá chegarem para serem distribuídas na Região, sendo certo que as negociações estão a ser feitas e acompanhadas diariamente pelos responsáveis do plano regional de vacinação. O fornecedor já informou que a entrega será a 28 ou 29 do corrente, faltando apenas que nos diga qual o voo em que o lote de vacinas será transportado”.

O governante garantiu que as 9.750 doses de vacina vão ser administradas a 4.875 pessoas, reservando-se metade para a segunda inoculação, já que a vacina é administrada duas vezes por pessoa, com 21 dias de intervalo. Quanto às pessoas a quem vai ser administrada, Clélio Meneses explicou que a Região vai usar um critério diferente “sendo os primeiros a vacinar até março do próximo ano, os idosos institucionalizados em Lares, estruturas residenciais, rede de cuidados continuados e casas de saúde. Também no imediato serão vacinados os respetivos profissionais de saúde, os profissionais de saúde em geral e as pessoas identificadas no plano regional de vacinação com doença ou patologia”.

“De março a junho, as vacinas que chegarem, serão administradas a outras pessoas, nomeadamente idosos com mais de 65 anos e pessoas entre os 50 e os 64 anos, detentoras de patologias. A partir de julho, a inoculação é genérica” – disse Clélio Meneses. O governante esclareceu ainda que, de acordo com a fase inicial, as vacinas serão disponibilizadas primeiro nas ilhas Terceira e São Miguel, por serem aquelas onde há transmissão comunitária. “Em janeiro – adiantou – virá para os Açores mais um lote correspondente a dois por cento do total de vacinas que chegarem a território continental português. Estas, serão administradas até ao mês de março nas restantes ilhas, nas mesmas estruturas, logo que cheguem”.

O secretário regional da Saúde e Desporto revelou que o lote de 9.750 vacinas vai ser entregue na Terceira, onde já existe uma estrutura montada para armazenamento, sendo operacionalizada pela Proteção Civil e pela Direção Regional da Saúde, com as colaborações das Unidades de Saúde de Ilha e dos próprios Lares, para começarem a ser administradas. E esclareceu que “nos Lares serão as próprias equipas a administrar a vacina, assim como na rede de cuidados continuados, onde as equipas estão habilitadas para tal. Nos casos em que não seja possível, ou não exista capacidade para administrar a vacina, as Unidades de Saúde de Ilha disponibilizam recursos para que tal aconteça”, concluiu.

© SRSD | Foto: © SRSD | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s