SECRETÁRIA REGIONAL DA SAÚDE ASSINA COMPROMISSOS QUE CRIAM REDES LOCAIS DE INTERVENÇÃO NAS FLORES

A Secretária Regional da Saúde assinou as cartas de compromisso que criam as Redes Locais de Intervenção dos concelhos de Santa Cruz e das Lajes das Flores, elevando para 18 os concelhos dos Açores que já trabalham em rede para promoção da saúde e prevenção dos comportamentos ativos.

Teresa Machado Luciano, que falava segunda-feira, em Santa Cruz das Flores, destacou que as Redes Locais de Intervenção são a base da estratégia regional para a promoção da saúde e prevenção de comportamentos aditivos, porque “o sucesso das ações depende do conhecimento da realidade e da ligação à comunidade” e a intervenção tem de ser “precoce, próxima, transversal a todas as áreas e a todos os ciclos de vida”.

Nesse sentido, acrescentou a Secretária Regional, foram convidadas a participar nas Redes Locais de Intervenção organizações com expressão na vida destes concelhos, com o objetivo de “potenciar a riqueza das suas intervenções” e fomentar a partilha de recursos, conhecimentos e experiências, através de intervenções planeadas e executadas em conjunto.

Estas organizações parceiras devem agora elaborar o plano de ação para os seus concelhos, tendo por base as orientações do Plano de Ação Regional de Prevenção e Intervenção em Comportamentos Aditivos e Dependências, os resultados do Vida+, o seu conhecimento da realidade local e a sua ligação à comunidade.

Assinaram a Carta de Compromisso de Santa Cruz das Flores a Câmara Municipal, as Juntas de Freguesia de Caveira, Ponta Delgada, Santa Cruz das Flores e Cedros, a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários, a Casa do Povo de Ponta Delgada, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco, a Equipa de Coordenação Regional de Intervenção Precoce, a Escola Básica e Secundária das Flores, a PSP, a Polícia Marítima, a Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz das Flores e a Unidade de Saúde de Ilha das Flores, entre outras associações desportivas e culturais.

A Rede Local de Intervenção das Lajes das Flores registou a adesão, entre outras organizações, da Câmara Municipal, Casas do Povo da Fajã Grande e das Lajes, Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco, Equipa de Coordenação Regional de Intervenção Precoce, Juntas de Freguesia da Fajã Grande, Fajãzinha, Fazenda, Lomba, Lajes, Lajedo e Mosteiro, a PSP, Santa Casa da Misericórdia das Lajes das Flores e a Unidade de Saúde de Ilha das Flores.

Fotos: © GaCS/SRS | GaCS/SRS/PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s