TERMINAL DE CRUZEIROS É PARA ESPERAR MAIS UNS ANOS, GARANTE VEREADOR TIAGO ORMONDE

Para Tiago Ormonde, titular do pelouro de Turismo da Câmara Municipal da Praia da Vitória (CMPV), a concretização do projeto do Terminal de Cruzeiros da Praia da Vitória levará “algum tempo” até ser realidade.

O responsável autárquico respondia, em reunião camarária do dia 13 de julho, ao vereador social democrata Tiago Borges, que o interrogava, sob a “panóplia” de cortar de fitas que constituiu a última visita estatutária à ilha Terceira do Governo Regional, em que, segunde diz, seria esperado, pelos menos o lançamento de uma primeira pedra da obra de construção do ambicionado projeto praiense de construção do terminal de cruzeiros e ligações interilhas.

Tiago Ormonde respondeu que é importante, antes de mais, “um projeto de impacte ambiental, um projeto de recuperação dos areais e perceber que consequências advirão para a baía”. Nesse sentido sustentou também, que, nesta fase, “não basta falar-se apenas em potencialidades turísticas; em termos uma baía com um super potencial e inclusive ser o sítio da Terceira mais fácil e mais económico para a construção de um porto para navios cruzeiros, mas, sim, que haja uma conjugação de fatores, sendo que, atualmente, a Portos dos Açores e o Governo Regional estudam a parte comercial e a parte operacional desse investimento”.

Nessa linha, sustentou, que a CMPV está preocupada com a parte ambiental, “pois somos nós que cá vivemos”, advertindo que a obra “deverá levar algum tempo”, uma vez que ainda faltam ser apresentados todos esses projetos, quer da parte do Governo Regional, quer o estudo de impacte ambiental que “há-de explicar às pessoas o que é que se irá passar na baía da Praia da Vitória”, pois só após esses conhecimentos poderá o cais de cruzeiros seguir em frente.

Tiago Ormonde deu nota ainda que, aquando do lançamento da primeira pedra da empreitada de construção da Rampa para Navios Ro-Ro, no Porto Pipas, o senhor Presidente do Governo Regional fez referência, publicamente, ao Cais de Cruzeiros da Praia da Vitória, no sentido de que este projeto iria avançar para concretização, intervenção essa que, considerou o edil praiense, por si só e, na sua opinião, já considera de todo um grande sinal.

Em resposta, Rui Espínola, vereador social democrata, lembrou que se aproximam eleições e que neste período, “costumam aparecer alguns sinais que posteriormente se esfumaçam e acabam por desaparecer porquanto o cais de cruzeiros já vem sendo falado há mais de dez anos e o mesmo tem servido única e exclusivamente para iludir a Praia da Vitória e os terceirenses”.

No entanto, ressalva o social democrata, “a nossa baía, os nossos areais e a nossa biodiversidade deva ser protegida da melhor maneira possível”.

PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s