PSD/AÇORES QUER TARIFA AÉREA PERMANENTE DE 50 EUROS PARA RESIDENTES

O presidente do PSD/Açores propôs a criação de uma tarifa promocional com preço fixo para residentes a criar no âmbito das obrigações de serviço público do transporte aéreo inter-ilhas, cujo modelo é revisto este ano.

“Trata-se de uma ideia de rutura a favor da circulação dos açorianos entre as nossas ilhas, a implementar no âmbito das novas obrigações de serviço público do transporte aéreo inter-ilhas. Propomos criar uma tarifa promocional, com um preço fixo, para residentes, com a designação de ‘Tarifa Açores’”, afirmou José Manuel Bolieiro, após uma reunião com a direção da Câmara do Comércio e Indústria da Horta.

Segundo o líder social-democrata, esta tarifa promocional para os passageiros residentes, a incluir nas novas obrigações de serviço público (2020-2025), visa “promover a circulação dos açorianos não em função da geografia, mas sim da vontade de conhecer as outras ilhas”.

“Temos a convicção de que esta é uma reforma revolucionária no modelo de mobilidade aérea interna de pessoas nos Açores, com o objetivo de fomentar o turismo interno e promover o conhecimento de todas ilhas. Faz todo o sentido enquadrar já esta proposta no novo contrato de concessão do serviço público do transporte aéreo inter-ilhas”, defendeu.

José Manuel Bolieiro explicou que o acesso à tarifa promocional para residentes, cujo custo rondará os 50 euros, será possível mediante o cumprimento de algumas obrigações, nomeadamente uma “estada mínima” na ilha de destino por parte dos passageiros.

“Esta é uma proposta para futuro, não apenas para o momento presente. Trata-se de uma proposta reformadora para o transporte aéreo inter-ilhas nos Açores”, frisou.

O líder social-democrata propôs também, como forma de reanimar o setor turístico, que os passageiros vindos do continente sejam testados à COVID-19 no aeroporto de origem, com os custos a serem assumidos pela Região.

“O Governo Regional já deveria estar a trabalhar para garantir que os testes feitos aos passageiros com destino aos Açores possam ser efetuados na origem e pagos pela Região”, sublinhou.

Segundo José Manuel Bolieiro, esta é uma forma de “incentivar a vinda aos Açores enquanto destino turístico”.

“Esta medida aumentará o grau de confiança das pessoas, quer dos passageiros que viajam do continente para os Açores, quer dos residentes. Isto evitaria também eventuais atrasos no conhecimento dos resultados dos testes feitos no destino”, afirmou.

Nesse sentido, o presidente do PSD/Açores salientou que a Região deve “promover negociações para, à semelhança do que a Região Autónoma da Madeira está a fazer, incentivar a vinda de turistas aos Açores”.

José Manuel Bolieiro congratulou ainda o Governo Regional por começar a apresentar medidas para o fomento do turismo interno, após os social-democratas já terem apresentado propostas nesse sentido.

“O Governo Regional começou finalmente a trabalhar num modelo. Bem-vindo o Governo a este trabalho. É preciso agora que seja rapidamente concretizado, potenciando o turismo interno e a circulação dos açorianos por todas as ilhas”, concluiu.

Foto: © PSD-A | PSD-A/PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s