HORTA: AUTARQUIA APOSTA NA DEMOCRATIZAÇÃO DAS TIC

Tiveram início esta segunda-feira, as atividades do novo centro de competências digitais, com sessões dirigidas aos alunos da Escola Básica António José de Ávila. Estas sessões, que visam proporcionar igualdades de oportunidades em conhecimentos TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação) serão estendidas às restantes escolas da ilha, aos centros de convívios de idosos e às instituições que lidam com cidadãos portadores de deficiência.


A Câmara Municipal da Horta (CMH) deu início, esta segunda-feira, 02 de março, às atividades do novo centro de competências digitais, com sessões dirigidas aos alunos da Escola Básica António José de Ávila.

Para o presidente da edilidade, que intervinha na VI Conferência Ibérica de Inovação na Educação com TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação), que decorreu na passada sexta-feira, no Teatro Faialense, trata-se de uma medida que visa “não só a obtenção de conhecimento, também ao longo da vida, mas também a inclusão social através da criação de ações que visam a igualdade de oportunidades”.

Por essa razão, e por se tratar de um projeto intergeracional, o Centro de Competências digital móvel vai disponibilizar, a mesma oferta, a partir do terceiro período às restantes escolas do 1.º ciclo de toda a ilha bem como, a partir do segundo semestre deste ano, integrará a oferta de atividades disponibilizadas aos idosos dos centros de convívio de toda a ilha e às instituições com portadores de deficiência a seu cargo.

“Queremos que os nossos idosos e portadores de deficiência possam aprender as questões mais básicas, na área das tecnologias da informação e da comunicação, evitando, assim, que se sintam infoexcluídos numa era que é marcadamente a era da informação”, garantiu José Leonardo Silva, alertando, por outro lado, que “é necessário evitar que as TIC sejam responsáveis pelo isolamento ou pela solidão e pelo fim das relações humanas”.

O autarca recordou, igualmente, “que nunca foi tão importante discutir o papel das TIC e o nosso próprio papel perante a urgência da comunicação como agora”, numa altura em que “o conhecimento se tornou a chave para o sucesso e para a democratização das nossas sociedades”.

Estas preocupações levam o Município a colocar novamente de pé, este ano, durante a interrupção letiva da Páscoa, oficinas e atividades ligadas às áreas da inovação e da robótica, integradas na HLP Tech Fest, que é, atualmente, a maior dos Açores e uma das maiores de Portugal, responsável por trazer à ilha conceituados programas e canais de tecnologia e influenciadores.

A VI Conferência Ibérica de Inovação na Educação com TIC é uma iniciativa que alia estabelecimentos de ensino superior portugueses e espanhóis, entre as quais a Universidade Aberta, que teve o acolhimento, na Horta, da Universidade Sénior e onde esteve em discussão as TIC e a aprendizagem ao longo da vida.

Foto: © CMH | CMH/PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s