MARIA JOÃO CARREIRO ENALTECE CONTRIBUTO DO EVENTO “EMPREGO.AZORES” PARA INTEGRAÇÃO DE DESEMPREGADOS OCUPADOS NO MERCADO E TRABALHO

A Secretária Regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego enalteceu, esta segunda-feira, contributo do evento “Emprego.Azores”, associado à nova plataforma do emprego na região, emprego.azores.gov.pt, para a integração de desempregados inseridos nos programas ocupacionais ou estágios no mercado de trabalho.

Segundo Maria João Carreiro, citada em nota do Governo, “a nova orientação para a empregabilidade e emprego dos açorianos, que o portal traduz e que este evento procura refletir, está a mobilizar desempregados ocupados para o encontro com as ofertas de emprego existentes”.

A titular da pasta da Qualificação Profissional e Emprego falava na sessão de abertura do “Emprego.Azores”, que decorre até hoje Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, depois das organizações em São Miguel e no Pico.

“Os desempregados ocupados estão mais conscientes da sua frágil condição no mercado de trabalho e da precariedade laboral em que se encontram, por não terem qualquer vínculo com as entidades onde desenvolvem estas medidas temporárias”, acrescentou.

A governante lembrou que o Governo dos Açores aprovou, recentemente, e também em resposta ao crescente número de ofertas de emprego na Região, a medida “PRO.ATIVO”, através da qual é atribuído um incentivo financeiro aos desempregados ocupados que interrompam os programas ocupacionais para celebrar um contrato de trabalho.

Esta medida, cumulável com o “CONTRATAR”, de apoio à contratação, pelas empresas, de desempregados, ocupados e estagiários, determina um apoio que pode chegar até duas vezes a retribuição mínima mensal nos Açores por cada trabalhador.

“Estamos a promover, no limite das nossas competências e recursos, as condições para que o direito a um contrato de trabalho lhes seja assegurado”, afirmou.

Participaram nas três edições do “Emprego.Azores” 37 entidades, 19 entidades formadoras e 18 escolas profissionais, a Escola do Mar dos Açores e a Universidade dos Açores.

Face às expetativas de mobilização na ilha Terceira, onde estão representadas 12 empresas e 6 escolas profissionais, terão passado pelos três eventos do “Emprego.Azores”, promovido pela Secretaria Regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego, através da Direção da Qualificação Profissional e Emprego, cerca de 8.000 açorianos.

Maria João Carreiro salientou, por isso, o “impacto local e regional” desta iniciativa que se vai traduzir, no curto e médio prazo, na integração de mais trabalhadores no mercado”.

© GRA | Foto: SRJQPE/JF | PE