HISTÓRIA E PATRIMÓNIO DA TERCEIRA – PRESERVAR A MEMÓRIA É URGENTE

Francisco Miguel Nogueira

Senhores/as Candidatos/as às Câmaras Municipais da Ilha Terceira,

Nesta fase, em que se aproximam as eleições Autárquicas, é importante que não se esqueçam que a História e o Património são temas importantes e essenciais a ter em conta, que preservando a Memória de todos nós, está-se a abrir caminho para a salvaguarda da Cultura de todos os terceirenses. A importância da salvaguarda do nosso Património é um problema crescente, pois são estes vestígios da nossa História que nos contam as façanhas, as aventuras e desventuras dos nossos egrégios avós.

Um povo sem Memória, é um povo sem Cultura! Não podemos deixar “morrer”, desaparecer, o Património que os nossos antepassados deixaram para nós. É neste momento, no agora, antes que o tempo leve e destrua ainda mais Património, que precisamos olhar para os bens que nos rodeiam e preservá-los, dar vida a eles, mostrar que a História importa, que não podemos entender o hoje, sem olhar para o passado e saber o ontem. A História não o passado longínquo, que não nos diz nada, é o resultado do percurso que os nossos avós fizeram para construir e desenvolver a nossa sociedade.

Os/As Senhores/as Candidatos/as não podem esquecer que há muitos Bens escondidos por esta Ilha fora, muitos Tesouros que não podemos deixar desaparecer. A Terceira é uma terra rica em História e Património que marcaram não só o desenvolvimento da Ilha, como o da Região e o do País. Podemos e devemos potenciar esta relevância, relembrando o papel que tivemos ao longo dos tempos. Uma boa campanha de divulgação dos pontos históricos mais importantes é fundamental. Não devemos centrar-nos apenas nas cidades de Angra do Heroísmo e da Praia da Vitória, mas em toda a Ilha, como por exemplo, na linha de Fortes da Ilha, na Baía das Mós, na Casa da Salga, na Quinta das Beiras, nos Moinhos da Agualva, nas Trincheiras dos Biscoitos, na Estalagem da Serreta, entre tantos outros.

Sou historiador, mas sou acima de tudo um Terceirense, um Homem que defende os Tesouros da minha terra, da nossa terra. E não consigo perceber que se faça promessas e não se cumpram. Não consigo entender que tenhamos tanta História e tanto Património que esteja ao abandono e ao esquecimento. Não podemos deixar desaparecer “pedaços” da nossa Identidade. É mais aceitável deixarmos desaparecer o património construído por nossos egrégios avós, que apostar na sua reabilitação e posterior dinamização? Em uma Ilha que foi atacada por Piratas e Corsários, não seriam estes temas interesses para uma aposta no Turismo do Futuro?

Sei que existe Património em mãos privadas, que não sabem e não podem investir nele, mas porque não se chega a acordo com os donos desse para preservamos e potenciarmos estes Tesouros? Temos muito a fazer, muito a estudar multidisciplinarmente, para se fazer projetos que consigam dar vida ao Património que ainda temos, mas cruzar os braços e ver desaparecer o que os nossos valorosos antepassados construíram é que não pode ser! Temos de dinamizar os espaços que nos rodeiam. Não seria interessante termos um Museu da Resistência (1581/1583) e/ou um Centro de Interpretação da linha de Fortes, recriações históricas, visitas guiadas, comemoração de datas, personalidade e eventos indeléveis? Fazer com que o terceirense e/ou o visitante se sinta parte do acontecimento. Preservação! Salvaguarda! Dinamização! Divulgação da nossa História! São estes os lemas que devemos dar voz e espero Senhores Candidatos/as que não se esqueçam!

Não devemos deixar que partes importantes da nossa riqueza patrimonial e da nossa Cultura, da nossa ação ao longo dos séculos, desapareça. Não podemos deixar que estes Tesouros desapareçam de vez, temos de trazer à Memória de todos a importância da nossa História, do nosso Património…

Vejo que muitas pessoas querem defender o Património que os rodeia, mas não sabem como, espero Caros Candidatos/as que saibam ouvir e com estas pessoas encontrar uma solução para salvarmos o que é nosso. Precisamos que todos ganhem consciência da importância da preservação e da divulgação da nossa Cultura. Que possamos trabalhar todos juntos com um só objetivo: fazer mais e melhor pela nossa terra. Eu estou pronto para trabalhar para isso e espero que vocês também. Vamos defender o que os nossos avós construíram, protegeram, lutaram e preservaram para nós?

Francisco Miguel Nogueira
Historiador

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s